22/09/2017

Indicação: Série "Valente" - Vitor Cafaggi

Nenhum comentário:

Oi gente! Tudo bem?

Hoje trago pra vocês uma indicação bem legal, engraçada e fofa. ^^


É a série de quadrinhos "Valente" de Vitor Cafaggi.

Um breve resumo: a história conta a vida de um cachorrinho, Valente, ao descobrir o amor e se ver em confronto por estar apaixonado ao mesmo tempo por duas garotas. De forma atrapalhada e engraçada,fofa às vezes, podemos acompanhar Valente durante o final do Ensino Médio e na Faculdade. Em toda a drama ele acaba tendo momentos felizes e decepcionantes, mas sempre tem amigos com quem contar, principalmente sua melhor amiga Bu.





Vitor Cafaggi é um quadrinhista brasileiro. Valente foi inicialmente publicado como tira no jornal O Globo e só em 2013 lançado como HQ, pela Panini Comics. 

A HQ é em preto e branco mas, você pode acompanhar no site do autor as tirinhas em colorido, além das outras estórias que ele escreve: Puny Parker

Até o momento foram lançados 5 volumes: Valente para sempre, Valente para todas, Valente por opção, Valente para o que der e vier (que é o que está faltando na foto, pois perdi a edição na banca) e Valente para onde você foi?. Ainda não tem previsão para o 6 volume.

(esse é o que me falta :c)


Todos os traços são detalhados e bem bonitos, além de referências pops e ao RPG, que ele joga com seu grupo de amigos. Podemos acompanhar também fanarts, lindas por sinal, no final de cada edição.

Posso confessar que dei muitas risadas com a história. Realmente uma leitura leve e descontraída. É engraçado porque, acho, todos passamos por essa fase de descobrir o amor e se atrapalhar, não sabendo o que fazer, além de toda a fase da adolescência, cheia de descobertas. Eu gosto deste tipo de leitura e indico pra quem quer dar umas risadas (e lembrar momentos parecidos hehe).



(Tenho meu amor pela série tatuado <3)

Se alguém já leu ou vai ler comentem o que acharam ^^ (espero que tenham gostado) :D


Abraços ;*

20/09/2017

Resenha e Diário de Uso: Amar, rir e comer

8 comentários:


Título:
Amar, rir e comer
Autor: Dr. John Tickell
Editora:Valentina
Páginas: 204
Onde comprar: Saraiva
Sinopse: Baseado no bom senso, na ciência e na alimentação saudável, Amar, Rir e Comer é um guia acessível, simples e descomplicado para você melhorar sua saúde e prolongar sua expectativa de vida. De qualidade de vida, principalmente. Com sabedoria prática e notória competência médica e científica, Dr. Tickell traz ao Brasil seu Programa ACE: Atividade Física, Controle Mental e Educação Alimentar. Atuando simultaneamente sobre o corpo, a mente e a boca – os três fatores críticos da vida saudável –, o Programa ACE compreende um conjunto de instruções sobre como manter-se ativo, reagir às pressões externas controlando o estresse e alimentar-se de forma inteligente. Amar, Rir e Comer contém um programa de desintoxicação de sete dias, planos alimentares que funcionam – simples, saborosos e completos –, deliciosas receitas e uma lista de Petiscos Infalíveis para você se manter energizado o dia inteiro.

Resenha 


Os assuntos emagrecimento e dieta estão em alta há muito tempo e duvido que irão desaparecer, mesmo a longo prazo. Mas de alguns anos para cá veio um outro assunto para complementar os outros: saúde. Agora as pessoas não querem mais só perder a gordura, elas querem perder e se manterem saudáveis. Sabemos que há muitas dietas por aí que propõe resultados milagrosos, mas pedindo muito e sem contar as consequências do pode vir. Em Amar, rir e comer nós temos o contrário disso. O Dr John Tickell, pesquisador veterano em saúde, nos apresenta um programa para mudar completamente seu estilo de vida sem cortar o que te faz feliz. 



16/09/2017

Dicas de presentes: Mimos fofos e criativos para seus amigos

Um comentário:



Oi, gente!

Recentemente estive passeando por algumas lojas com a minha cunhada e eu simplesmente tenho que mostrar algumas das coisinhas que encontrei! São miminhos super fofos, não necessariamente muito caros, que você pode presentear seus amigos (e a si mesmo), não pesar no bolso, e ainda ser algo durável, bonito e útil.

Vem ver!

11/09/2017

Resenha: Branca de Neve - Os Contos Clássicos

4 comentários:


Título:
Branca de Neve - Os Contos Clássicos
Autor: Vários
Editora: Generale
Páginas: 224
Onde comprar: Amazon
Sinopse: Branca de Neve e os sete anões não é uma história criada pela Disney, que adaptou o conto de fadas dos irmãos Grimm e produziu o longa-metragem infantil de maior sucesso da história. Originalmente um conto adulto do folclore oral europeu, Branca de Neve remonta a séculos de tradição, mesmo antes de os irmãos Grimm a registrarem pela primeira vez.

Resenha 


Os contos de fadas nunca saem da moda, não é mesmo? De tempos em tempos eles voltam a aparecer, sob novas roupagens e interpretações, mas com o mesmo encantamento ou, até mesmo, bizarrice. A história da Branca de Neve é, entre os contos, uma das mais queridas histórias e que gera mais releituras. Tivemos em pouco tempo Once Upon a Time, Grimm, Branca de Neve e o Caçador, Espelho, espelho meu, entre outros. Mas de onde vem o conto? O que tiramos realmente dele? Em Branca de Neve - Os Contos Clássicos, você descobrirá isso.



O livro é dividido didaticamente por temas entre os contos clássicos e seus alcances em diversas artes e curiosidades. Somos apresentados às sete versões dessa história, com comentários e elucidações sobre eles no final de cada um. Podemos ver que muda-se pouca coisa entre um e outro, mas que são mergulhados na cultura do local que conta. Alguns detalhes mudam também, para humanizar algum personagem, ou para deixá-lo pior, tornar uma cena mais interessante ou mais misteriosa.



Na segunda parte podemos ver mais sobre as adaptações do texto original para outras manifestações como teatro, cinema e HQs. Essa parte funciona meio como um ''guia dos curiosidades'', cheio de informações para fãs dos contos de fadas, mas que agrada qualquer um que lê. É toda bem dividida, com fotos, nomes e referências para podermos procurar sobre algo mais profundamente. Não falta nada ali.





A terceira parte é a cereja do bolo: um conto magnífico do organizador, Alexandre Callari, chamado Mundo dos espelhos: lobos, sangue e neve. Nele, Alexandre reconta uma história de forma muito particular, sem glamurificações, eufemismos ou frescuras. A história é crua, interessante e muito bem contada. As duas partes anteriores ficam parecendo que (apesar de boas) eram apenas a introdução para esse conto. Algo para nos deixar mais no clima. E deixou. 



A diagramação do livro, como falei na segunda parte, é ótima. Com arabescos, ilustrações e bem organizada. Eu só esperava que fosse mais colorida.  Não lembro de erros de revisão. A capa é simples e boa. O material das páginas é uma delícia. É, enfim, uma ótima edição. Até para colecionadores. 


08/09/2017

Indicação: Card Captor Sakura

Nenhum comentário:
Oi oi galera ^^

Vim trazer mais uma indicação hehe (adoro fazer indicações) xD

Hoje de um mangá/anime que eu adoro e é uma fofura! CARD CAPTOR SAKURA!





Sinopse: Card Captor Sakura conta a história da jovem Sakura Kinomoto, que levava uma vida comum até encontrar um misterioso livro no escritório de seu pai. Curiosa, ao abri-lo, ela libera as Cartas Clow - 52 cartas criadas pelo mago Lead Clow, cheias de magia. Logo em seguida, surge Kerberos, o Guardião do Lacre do livro. Ao abrir o livro as cartas escapam, portanto, alguém tem que capturá-las antes que aconteça algo trágico.

05/09/2017

Entrevista com o autor: Ricardo de Jesus

3 comentários:


Oi oi gente ^^

Como estão vocês?  :D

Hoje tem post para conhecer um pouco um autor de um livro nacional que foi publicado pela Editora Arwen: Ricardo de Jesus!

Ele é autor de Célula 2, que tem resenha aqui no blog Link da Resenha


Vamos lá então!
12183977_914949868591430_6567989644594940832_o

03/09/2017

Resenha: Quando a Bela Domou a Fera

Um comentário:


Título:
Quando a bela domou a fera
Autor: Eloisa James
Editora: Arqueiro
Páginas: 320

Sinopse: Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos. Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher. Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas. No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?

01/09/2017

Resenha Tripla: Trilogia Fundação - Isaac Asimov

Um comentário:


Título:
Fundação; Fundação e Império; Segunda Fundação
Autor: Isaac Asimov
Editora: Aleph
Páginas: 238; 248; 235
Onde comprar: LOJAS QUE VENDE O LIVRO
Sinopse: Livro 1 O Império Galático possui 12 mil anos. E possui pujança, grandeza e estabilidade. Ao menos em sua fachada. Mas ele está em pleno declínio, lento e gradual. E, no final, culminará com uma regressão violenta da sociedade e a conseqüente destruição do conhecimento. Preocupados com isso, um grupo de cientistas traça um plano pela preservação do conhecimento adquirido. Vencedor do prêmio Hugo, como a melhor série de FC de todos os tempos, este é o livro inicial da Trilogia da Fundação. Livro 2 O Império Galático está à beira do colapso. Ainda assim, numa tentativa ousada, o General Bel Riose decide lançar um ataque contra a Fundação. Mas será que a ofensiva desesperada irá impedir o destino profetizado há séculos por Hari Seldon? E quem seria, afinal, o Mulo? Este é o segundo livro da Trilogia da Fundação, vencedora do prêmio Hugo como a melhor série de ficção científica de todos os tempos. Livro 3 Hari Seldon previu que a humanidade perderia seu domínio sobre a galáxia. Para evitar esse desastre, elaborou um plano que, seguido à risca, em mil anos deveria fazer surgir uma nova era de glórias para o homem. Mas ele não contava com o Mulo, um ser mutante que colocar todo o plano a perder. Seu objetivo é derrotar a Fundação para que um novo Império se erga em torno de seus fantásticos poderes mentais. Mas, para consolidar sua vitória, ainda terá de enfrentar um inimigo igualmente poderoso, conhecido como a Segunda Fundação. ‘Segunda Fundação’ é o terceiro livro da trilogia da Fundação, composta ainda pelos livros ‘Fundação’ (livro 1) e ‘Fundação e Império’ (livro 2).


Resenha


Fundação é minha série ''todo mundo devia ler''. Sempre que posso estou indicando e precisooo de mais gente para discutir sobre essa obra máxima comigo. Então, estou postando a resenha novamente porque temos que manter em evidência, né? hahaha

Essa série conquistou o prêmio Hugo que é um dos mais prestigiados prêmios para obras de ficção científica e eleita melhor obra de Sci-Fi e Fantasia (em uma das premiações), superando até mesmo O Senhor dos Anéis, de JRR Tolkien.
A serie é composta por sete livros, todos eles já lançados no Brasil, nos quais 3 deles compõem a ‘’trilogia principal’’ da história. São eles:
  1. Fundação
  2. Fundação e Império
  3. Segunda Fundação
São meus amores eternos logo depois de Harry Potter. Vou apresentar para vocês toda a série, começando com esse post sobre a trilogia principal.  Bora lá?

Livro 1
Hari Seldon é um psicólogo que vive num mundo futurístico onde a humanidade já alcançou e ocupou todos os planetas com possibilidade de manter a vida na Via Láctea, criando um verdadeiro Império Galáctico. Com isso, as pessoas até mesmo esqueceram-se de seu planeta origem.

É nesse contexto que Seldon cria a psico-história, uma ciência que é uma mistura de psicologia, sociologia e matemática, que permite calcular o futuro de grandes massas (uma vez que o indivíduo é imprevisível). Após seus cálculos ele prevê o declínio próximo do Império Galáctico, que jogará a humanidade em 30.000 anos de barbárie até que sejam capazes de se reconduzir ao conhecimento e civilização. Com esta mesma ciência, Seldon consegue bolar um plano para reduzir esse tempo para 1.000 anos. Para isso Seldon pede ao governo de Trantor – a capital da galáxia, uma cidade construída a base de aço – para reunir as pessoas mais inteligentes e criar a Enciclopédia Galáctica. Ao tentar avisar o Império sobre seu fim, ele é acusado de traição e exilado para o longíquo planeta Terminus, num dos extremos da galáxia, e é ali que ele inicia seu plano de criação da ‘’Fundação’’: dois planetas que ficariam em extremos opostos da galáxia e reconduziriam a humanidade a era do conhecimento usando apenas os instintos de seus brilhantes habitantes e gravações do próprio Seldon como guia.

Sei que pareceu ser uma narrativa complexa, mas não é. Ela é fluída e espantosamente fácil de compreender. Asimov nos prende do início ao fim, totalmente absortos em descobrir como Salvor Hardin e outros futuros habitantes da Fundação descobrirão como prosseguir quanto aos planos de Seldon para salvar a humanidade da escuridão de 30 milênios. Pessoalmente, considero esta uma leitura obrigatória para qualquer fã de ficção-científica e aconselho muito a qualquer pessoa, pois é uma obra agradável de ler e muito enriquecedora. Enredo incrível, personagens carismáticos, desdobramentos nunca vistos antes. Enfim, um prato cheio para qualquer leitor.




Livro 2
Esse é o Segundo livro da ‘’trilogia principal’’ da série (ao todo são 7 títulos) e o 4º na cronologia da história. Como no primeiro livro, esse é escrito em contos que dão grandes saltos no tempo. São eles: O General e O Mulo.

O General

A Fundação já caminha com suas próprias pernas e, claro, com a ajuda da psico-história, que previra o sucesso da Fundação. Esta (se não me engano) já passa pela Quarta ‘’Crise Seldon’’ e enfrenta a primeira ameaça real do governo de Trantor, que agora é apenas uma sombra do que já fora o Império Galáctico. Aqui temos Bel Riose, um general do Império que tenta convocar um exército para destruir a Fundação e Lathan Devers, um dos comerciantes que restaram na Fundação, que tentará impedir o general. Será que Seldon estava certo quanto aos rumos da história?

O Mulo

Aqui vai um dos contos mais interessantes e incríveis de toda a série (quiça de toda a obra de Isaac).
Temos um grande salto no tempo após ‘’O General’’ e a Fundação já se tornou um grande Império. Nisso, surge O Mulo, um mutante que tem o poder de controlar os sentimentos das pessoas. Ele começa a conquistar os planetas em posse da Fundação, um a um. Os comandantes do Novo Império começam a ficar preocupados quanto ao rumo da psico-história. Bayta Darel e Toran Darel são os primeiros a confrontar o Mulo e percebem que por este ser uma mutação, ele não pode ter sido previsto por Hari Seldon. Então, começam uma corrida para descobrir como derrotar o Mulo e colocar a história de volta no caminho que Seldon previu. Assim, pela primeira vez, os habitantes da Fundação começam realmente a pensar na Segunda Fundação, o planeta no outro extremo da galáxia que Seldon criou para ajudar a humanidade. Esta surge como a mais provável salvação do Império da Fundação.
Mais uma vez Asimov desenvolve o enredo com maestria, prendendo o leitor do início ao fim, faminto por descobrir o destino da Fundação e principalmente, aguçando a curiosidade sobre os habitantes da Segunda Fundação. Entretenimento nota 1000!
P.S.: Se você for uma pessoa ligada na história da humanidade, vai sacar algumas pequenas referências que Asimov faz em O General (Belesário de Roma) e o Mulo (Gengis Khan).

Livro 3
Como o segundo, é dividido em dois contos que contam com um salto temporal entre eles. Chamam-se: A Busca do Mulo e A Busca da Fundação. São títulos adaptados do original  Now You See It  e  And Now You Don’t, porém foi considerado que estas nomeações constituíam um spoiler. (Pessoalmente, fora do contexto, não vejo problema nenhum).
Parte I – A busca do Mulo.

Narra o que acontece seguidamente ao final do segundo livro, quando descobre-se quem é o Mulo e o interesse dele na Segunda Fundação. Esta (a segunda fundação) é um dos planetas criados pelo plano de Hari Seldon para guiar a humanidade. A única pista que se tem quanto a sua localização é que está ‘’ no extremo oposto da galáxia ’’. O Mulo sai em busca desse planeta, na intenção de conquistá-lo sem saber que os seus habitantes já esperavam por isso.

Parte II – A busca da Fundação.

Narra os fatos que acontecem 60 anos depois da Parte I do livro. Depois dos acontecimentos com o Mulo, todos já sabem que a Segunda Fundação realmente existe. Logo, a Primeira Fundação, detentora do conhecimento científico, começa a sentir-se ameaçada e seus habitantes decidem descobrir a localização da SF e destruí-la. Os habitantes da Segunda Fundação são treinados para ser os futuros Comandantes do Segundo Império Galáctico e são detentores dos poderes mentais: eles tem a habilidade de conversar apenas lendo a expressão facial das pessoas e, de maneira parecida com o Mulo, podem influenciar a mente de alguém.

É mais um título incrível de Asimov e posso dizer que as resoluções das duas partes te deixam sem fôlego! É de uma genialidade sem precedência. Asimov tem a capacidade de discutir temas políticos e sociais com uma facilidade e leveza que poucos autores conseguem. É um livro que te faz pensar e melhor: muito simples de entender. E quero ressaltar aqui que todos os personagens dele tem a característica de parecerem absolutamente convincentes em todas as suas ações, inclusive os vilões. Enfim, para você que interessou-se e começou a ler, esta é a conclusão incrível da trilogia que é ‘’ A melhor serie de ficção científica de todos os tempos’’. Não deixa nada a desejar.

P.S.: O ‘’Comandante’’ ou ‘’Primeiro Homem’’ da Segunda Fundação, Hari Seldon e o Mulo estarão para sempre no meu top 20 melhores personagens de livro. Haha. É ler para entender ;)