08/06/2017

Resenha: O Risco - Rachel Van Dyken



Título:
O Risco - Aposta #3
Autor: Rachel Van Dyken
Editora: Suma de Letras
Páginas: 292
Onde comprar: Saraiva
Sinopse: Beth nunca fez nada de arriscado. De inconsequente. De divertido. Isso é, até acordar em um quarto de hotel ao lado de Jace, um senador sexy, que ela reencontrou em uma festa de casamento na noite anterior. O problema é que sua última lembrança da noite é estar na cama, abraçada a uma caixa de biscoitos, chorando copiosamente. E Jace também não se recorda de muito mais. Outro problema? Eles foram fotografados entrando juntos no hotel, e agora a mídia está em polvorosa, especulando quem é a misteriosa acompanhante do senador. Uma amiga? Uma antiga namorada? Uma... prostituta? O que deveria ser um encontro casual transforma-se em uma aventura de seis dias: a fim de que escapem do assédio dos repórteres, vovó Nadine os envia para um resort no Havaí. Para Beth, são seis dias de conto de fadas junto ao homem por quem é apaixonada desde a adolescência. Para Jace, são seis dias para esquecer as mágoas do passado e aprender que, às vezes, o amor exige atos de coragem.
Resenha

Eu sou uma maldita bomba atômica.
 - Vovó Nadine



O livro que conclui a trilogia das histórias dos Titus! Confesso que esperava um livro um pouquinho mais emocionante, mas não deixou muito a desejar não.

Rachel Van Dyken repete a fórmula que tanto deu certo em A Aposta e O Desafio e coloca mais um casal com um passado romântico-trágico na mira da vovó Nadine. Preciso dizer que ela é de looooooooonge a melhor personagem de todos os livros e não é para menos:  80% das passagens que me fizeram rir foram dela. Inspirada em sua própria vó, a autora descreve uma senhorinha saliente, com um gosto estilístico duvidoso, muito bom humor e uma vontade absurda de ser bisavó. Mas, apesar de ser o ponto brilhante da história, ela se foca demais em Nadine e por certos momentos quase achei que a história era sobre ela. Dos três livros, esse foi o que o casal principal ficou mais apagado por contas dos aparecimentos constantes da vovó. Achei um tantinho desnecessário. Ela é aquele personagem que você ama, mas porque é um mistério e tal.

Bom, como Kacey e Travis, Jake e Char, Beth e Jace tem no passado um momento em que se conectaram profundamente, por algum motivo se separaram, mas deixaram marcas profundas um no outro. E aconteceu de vovó Nadine conhecê-los. E o plano começa logo depois do casamento surpresa de Jake e Char. Eles acordam num quarto de hotel como a imprensa lá fora. Então começa toda a corrida para acobertar e esconder Jace (que é senador) e Beth, que a imprensa acha que é uma prostituta. Óbvio que foi tudo planejado pela vovó.

Confesso que curti Beth como protagonista muito mais que Kacey e Char. Ela é mais autêntica, engraçada e um tantinho parecida comigo na hipocondríase. Já Jace não me foi muito atraente. Sou muito mais o Travis xD

Em suma, é um livro muito mais divertido que os outros dois (que já tem um toque muito bom de humor), tem o mesmo tipo de narrativa, bem simples, trama fácil e bobinha e é uma delícia de ler! Minha mãe leu os dois primeiros em 4 dias e assim que terminei esse ela pegou para ler também, haha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário